Lean e Seis Sigmas: Entenda sua relação com a Indústria 4.0!

A tecnologia está revolucionando a indústria. A quarta revolução industrial já faz parte do cotidiano empresarial, e metodologias como a Lean e Seis Sigmas irão acompanhar essa tendência.

Sendo assim, é preciso entender que tais metodologias não irão desaparecer, mais se aprimorar na medida em que a tecnologia avança. O conjunto desses dois métodos com a indústria 4.0 será uma verdadeira revolução empresarial.

O que é o Lean e Seis Sigmas?

Lean é uma metodologia cuja finalidade é reduzir os desperdícios em um processo produtivo. Sendo assim, a empresa precisa eliminar do processo tudo que não estiver agregando valor ao produto.

Afinal, por não agregar valor, ele representa um custo desnecessário para o produto, sendo que o mesmo pode ter o seu preço final barateado em virtude disso. Assim sendo, através deste sistema é possível eliminar tanto tempo quanto mão de obra e materiais desnecessários.

Já o Seis sigmas é uma metodologia cuja finalidade é maximizar o desempenho dos processos. O principal foco desse sistema é eliminar defeitos e não conformidades, segundo especificações da fábrica, feitos em uma análise de dados.

Existem três principais objetivos que norteiam os Seis sigmas, sendo eles:

  • Redução de custos;
  • Otimização de processos;
  • Incremento da satisfação do cliente.

Na essência tanto o Lean quanto o Seis Sigmas possuem o mesmo objetivo, mas trabalham com abordagens diferentes para atingir os seus propósitos.

O Lean na Indústria 4.0

O Lean na Indústria 4.0

Embora futuramente os processos irão incorporar mais tecnologia tornando-se mais inteligentes, eles não deixarão de ser processos. Dessa forma, O Lean apesar de precisar passar por algumas mudanças, terá uma grande utilidade na indústria 4.0.

Nesse sentido, o modo de aplicar o método passará para o estágio inicial do projeto, onde são definidas todas as decisões e parâmetros para o desenvolvimento dos produtos e dos processos de produção.

Sendo assim, o Lean passará a nortear a base da produção, e toda a tecnologia e inteligência artificial envolvida no processo será trabalhada em cima da definição desenvolvida por essa metodologia.

A indústria 4.0 e o Seis Sigma

Com a automatização dos processos haverá uma grande quantidade de dados, que se darão em uma maior velocidade. Desse modo, novos parâmetros precisarão ser medidos constantemente através de sensores.

E é nesse sentido que o Seis sigma irá evoluir. Afinal todos esses dados irão fazer parte de um Big Data. E a análise de todos esses dados se dará através de uma correlação de cenários criados através da técnica Seis sigma.

Sendo assim, os novos modelos estatísticos tanto de controle quanto de gestão, irão se basear em critérios múltiplos. Pois as técnicas irão permitir que isso ocorra, assim como os processos irão criar essa exigência.

O futuro está apenas começando

Futuro Tecnológico

Como vimos, as técnicas Lean e Seis Sigmas serão amplamente utilizadas para eliminar os desperdícios, e gerar maior valor agregado para o cliente na indústria 4.0. E com o uso das novas tecnologias, haverá ainda mais valor agregado para o consumidor final.

Por isso é importante contar com uma empresa que tenha excelência na medição dos índices de produção. Pois através deles é possível identificar os desperdícios, melhorando-os continuamente.

Nossa empresa, possui um sistema de gestão energética que possibilita a redução do custo de energia através dos índices elétricos em conjunto com os índices de produção que fornecemos. Sendo assim, conseguimos medir a eficiência da produção geral e não só do consumo de energia.

Isso quer dizer que através da medição do consumo, conseguimos descobrir outros problemas que até o momento poderiam ser desconhecidos pela empresa. Quer saber mais? Entre em contato conosco e surpreenda-se!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Falar no Whatsapp
Posso ajudá-lo?